Saída

Abaixo estão algumas palavras de aconselhamento ou apoio que os homens têm sugerido poderia ser oferecido a um parceiro, amigos ou membros da família de um homem que sofreu violência sexual. Estas palavras têm sido oferecidos por homens que sofreram agressão sexual ou abusam-se. Eles são tomadas a partir de algumas das respostas ao Men’s Experiences Survey.


Tradesperson qualificados, Idade 49, abusado sexualmente de idade 10-17

Seja paciente. Don’t push too hard. Permita que o seu parceiro para falar quando ele precisa, but don’t try to MAKE him talk

Tradesperson qualificados, Idade 50, abusada sexualmente na idade 9

Garanto-lhes que parte da cura é ser capaz de discutir isso em um ambiente seguro e não julgamento. Garantindo-lhes que não era culpa sua. (Havia um sentimento de culpa em me metendo a situação, em primeiro lugar).

Profissional, Idade 48, abusado sexualmente de idade 9-12

Don’t be afraid to ask. Dê espaço – mas não por muito tempo. Hug but don’t hound. Don’t try and take over or fix it. Permitir-lhe para fugir sem sair do quarto, mas trazê-lo de volta para o aqui e agora. Acima de tudo, acreditar nele, we don’t make this stuff up. Don’t tell him not to cry – aprender a apreciar o privilégio de segurá-lo enquanto ele faz chorar. It’s not your job to protect him from the past.

Profissional, Idade 51, abusado sexualmente de idade 9-15

Não se apresse-los – Esteja aberto, apoio, carinhosa e paciente. Se eles têm mantido o abuso em segredo por muitos anos, eles vão ter construído camadas de proteção (com base na culpa e vergonha) volta-se que terão de ser discriminado de forma lenta e cuidadosamente. Ouvir, mas não julgo. Apoiá-los, mas não lhes diga o que fazer ou como se sentir. Espere lágrimas, raiva, choque, retirada, noites sem dormir, depressão, mudanças na personalidade e comportamento, mais lágrimas. Observe cuidadosamente para sinais de auto-mutilação ou suicídio e agir rapidamente se suspeitar. Estar lá para eles, and they will come out the other side.

Administrative Worker, Idade 34, abusada sexualmente na idade 23

Hang in there, be honest with how your feeling and how the experience effects you. You cant put the jigsaw puzzle back together again, but as you recover and start to develop some self esteem and repect again, the missing pieces of the puzzle will be replaced with new and wonderful experiences. I used large amounts of sex, drogas, and putting up unbreakable walls and distrust, and no intimacy as survival coping mechanisms as this made me feel less like a victim for a short while. I used to re create the rape, as I thought this was all I was worth and deserved, with no thought for my own health and safety. You can replace these old surviver mechanisms with healthy and life changing ones. If I can do it, even thogh its a process, confie em mim você pode também!!

Business Owner, Idade 25, abusado sexualmente de idade 2-14

A cura leva tempo. Cada homem e menino são diferentes e suas necessidades são diferentes. Respeite seus limites e tentar entender que, mesmo que empurrá-lo para longe, não é para prejudicá-lo, mas porque eles estão sofrendo.

Tradesperson / Trabalhador, Idade 35, abusada sexualmente na idade 12

Amá-los pelo que eles são, don’t judge them by what has happened to them. Don’t try to ‘fix’ eles.

Profissional, Idade 38, abusado sexualmente de idade 5-16

Ser solidário. ouvir quando ele quer falar sobre isso. dom;t tentar dizer que você sabe como ele se sente – you can’t possibly even if you’ve had similar experiences. DON’T pressure him to tell more than he’s able to. when he’s going through a tough patch & parece estar levando a sua raiva em você, lembre-se que não é dele, mas o abuso isso é que sai. entender que ele pode ter problemas de confiança & não quero participar em relacionamentos físicos.

Tradesperson qualificados, Idade 43, abusado sexualmente de idade 11-14

Haverá dias bons e dias ruins, emocionalmente, PLEASE don’t push your partner / pai, etc away. Dói mais a ser empurrado.

Idade 38, abusada sexualmente na idade 13

Reconhecer os sentimentos da vítima, reconhecer sysmptoms de ansiedade e depresseion. Seja o ouvido listeing reconfortante o que eles têm a dizer

Profissional, Idade 52, abusada sexualmente na idade 16

Acreditar nele, encorajá-lo a falar, se ele quiser. Pergunte a ele o que ele precisa para se sentir seguro o suficiente para passar por isso. Incentivar Therapy. Lembrá-lo uma e outra vez que ele não está sozinho. Incentivar a participação no grupo se ele é capaz e está disponível.

Gerente, Idade 38, abusada sexualmente de idade 12-13

Understand we don’t mean not to tell you, temos vergonha dos eventos, é muito difícil admitir que isso aconteceu, para fazer isto é a de não ser de alguma forma quase um homem.

Profissional, Idade 49, abusado sexualmente de idade 9-12

Ouvir. Acreditar nele. Don’t interrupt. Don’t try and fix him. Don’t make excuses for him. Don’t leave him alone for too long when he needs to isolate for a while. When he’s in a dark place ask if its ok to touch before doing soits a respect issue that he didn’t have as a kid and right now its the kid in him thats reacting.

Idade 43, abusada sexualmente na idade 12

Leia o máximo que puder para ajudá-lo a compreender os efeitos do que foi feito para ele. Many of hisbehaviours” são por causa do abuso sexual na infância e não pessoal! É extremamente importante para tentar entender este, e eu acredito que a única maneira é por educar-se.


Se você tem palavras de aconselhamento ou apoio de seu próprio que você gostaria de oferecer aos seus parceiros e amigos, você está convidado a participar do Men’s Experiences Survey.

3 Comentários

  1. Comment by Clare

    Clare Resposta Junho 5, 2017 em 9:12 em

    My husband has not yet told me that he was sexually abused as a child. Do I wait for him to confide in me or let him know that I am already aware? He has been in therapy for a year, progress seems slow & I wonder if it would help him to know that I know or would it hinder his progress?

    • Comment by Jess [Viver Bem Staff]

      Jess [Viver Bem Staff] Resposta Agosto 3, 2017 em 12:10 pm

      Hi Clare,
      Por favor consulte a nossa ‘Information and advice for partners‘ páginas, em especial ‘Common questions answered'. The following is quoted directly from that page:

      Então, digamos que você suspeita que seu parceiro ou um ente querido foi abusada sexualmente ou agredidas, mas você não sabe ao certo. Você pode ter perguntou-lhe já, mas ele não vai falar sobre isso. If you are in this situation, there may be things that sadden or concern you about some of his experiences or his responses. You might not know how best to help, ou a forma de explorar as suas respectivas necessidades nesta situação, sem causar mais chateado.

      Se ele não tiver já lhe disse que ele foi abusado sexualmente, it is generally recommended to not pressure him to talk about it until he is ready. Lembrar, você não sabe ao certo se este for o caso, mas mesmo que seja, ideally it is his decision to tell or not to tell. É importante você deixar o poder de decisão que lhe. Know that it is extremely difficult for men to disclose. If he is not ready to do so, não é nenhuma reflexão sobre você, or on your relationship with each other.

      We have heard from some men that they do not mind being asked, but they do not find it helpful to be pressed about it if they are not yet ready to talk.

      It can be very difficult to want to support someone but to feel unable to do so. While it is not up to you to ‘fix’ him, there are ways you can support your partner if he ever does feel ready to broach the subject.

      Deixe seu parceiro saber que você está sempre aberto a ouvir os seus sentimentos, experiências, pensamentos e histórias. Esteja pronto para ouvir, de forma aberta, non-judgmental manner.

      Se você sente que ele pode revelar o abuso para você, take a look at our page Men and disclosure: How you can help for some more information about how loved ones can support men through disclosure.

      And through all this, above all else, make sure you take care of yourself. Step back for a while and look after your own well-being in the here and now. Engaging in self care in this way serves two purposes. The first is that it builds up your resilience and your ability to manage and cope with stress. The second is that it also means you are “modelling” self care for your partner – healthy behaviour tends to be “catching.” In either case, the importance of looking after yourself cannot be overstated.

      We acknowledge and appreciate that you want to support and care for your partner, no matter what has happened — but it is important to keep in mind that you cannot make everything alright. Especially if you are losing sight of your own needs.

      Best of luck to you both.

  2. Comment by Mike S

    Mike S Resposta Novembro 2, 2017 em 9:38 pm

    Hi everyone. I am a 50 year old father of one. Ele é 29 and has been in relationship for 8 anos. He and her have a son (7). His girlfriend became very close friends with his cousin; she is 4 yrs older than him. He and his girl were always arguing about her hanging out with his cousin, and one day it escallated to the point hwere he confided in her that his cousin molested him when they were young, then she told me. Wow, mind-blowing it was. How can a person, well, me, being his father, approach this situation n be supportive to him? and also my niece, his cousin, I work with her and see her every day. Not to mention my sisterWhat am I to do so the whole family isn’t torn apart? Thanks for any advice, I need it.

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios são marcados *

Close
Go top